Futebol

Atlético de Madrid cede nulo e pode permitir aproximação do Barcelona

Atlético de Madrid cede nulo e pode permitir aproximação do Barcelona

O líder Atlético de Madrid cedeu, este sábado, um nulo (0-0) na visita ao Getafe, em jogo da 27.ª jornada da Liga espanhola, e pode permitir a aproximação do Barcelona, que na segunda-feira recebe o lanterna-vermelha.

O internacional português João Félix começou a partida no banco de suplentes dos "colchoneros", mas foi lançado por Diego Simeone ao intervalo e viu ser-lhe anulado um golo à passagem da hora de jogo, uma vez que a bola tinha saído pela linha final quando Marcos Llorente efetuou o cruzamento para o avançado luso.

Além de não ter aproveitado a expulsão de Allan Nyom, aos 70 minutos, o Atlético ainda teve de fazer face à boa exibição do guarda-redes do Getafe, David Soría, que anulou algumas iniciativas dos "colchoneros", nomeadamente através de Moussa Dembelé, que dispôs mesmo da melhor ocasião, à entrada para o último quarto de hora.

A poucos dias da visita ao Chelsea, para a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, o Atlético de Madrid somou o quarto jogo sem vencer nos últimos seis na Liga espanhola e, embora se mantenha isolado no topo, com 63 pontos, pode 'convidar' a concorrência direta a aproximar-se.

Caso vença na segunda-feira, na receção ao Huesca, o Barcelona (56) pode reduzir para quatro pontos a distância para o líder, depois de hoje o Real Madrid (57) ter subido, provisoriamente, ao segundo posto, graças à reviravolta sobre o Elche (2-1), com o carimbo de Karim Benzema.

No regresso de Sergio Ramos ao 'onze' do Real, após dois meses de ausência por lesão, foram os visitantes, atuais 17.º classificados, que se adiantaram no marcador, aos 61 minutos, por intermédio de Dani Calvo, que se elevou sobre a concorrência e deu a melhor sequência a um canto.

Em vésperas de receber a Atalanta, para a Liga dos Campeões, os campeões espanhóis conseguiram chegar ao empate aos 73 minutos, também através de um canto (curto), com o recém-entrado Luka Modric a cruzar para a finalização de Benzema.

PUB

De resto, o banco do Real Madrid revelou-se fulcral para o triunfo, já que o brasileiro Rodrygo, lançado ao mesmo tempo que Modric, combinou com Benzema, antes de o internacional gaulês desferir um potente remate de pé esquerdo e assegurar a reviravolta, aos 90+1 minutos.

O francês, que na ronda anterior tinha marcado, aos 88 minutos, o golo que permitiu ao Real Madrid empatar com o Atlético de Madrid (1-1), somou a quarta partida seguida a 'faturar' e chegou aos 15 tentos na La Liga, ocupando o terceiro lugar na lista dos melhores marcadores, atrás dos rivais Lionel Messi (19), do Barcelona, e Luís Suárez (18), dos colchoneros.

No primeiro jogo do dia, o Alavés, antepenúltimo classificado, empatou 1-1 na receção ao Cádiz, com ambos os golos a serem apontados de grande penalidade: Joselu adiantou os bascos, aos 36 minutos, e Álex Fernández repôs a igualdade para os andaluzes, aos 84.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG