Brasil

Boca Juniors e Santos empatam na meia-final da Libertadores

Boca Juniors e Santos empatam na meia-final da Libertadores

O Boca Juniors e o Santos empataram na quarta-feira a zero na Argentina, em encontro da primeira mão das meias-finais da Taça Libertadores em futebol, adiando tudo para o embate da Vila Belmiro.

No mítico La Bombonera, em Buenos Aires, sem público devido à pandemia da covid-19, argentinos e brasileiros disputaram um encontro muito equilibrado, com poucas oportunidades de golo, a melhor para os locais, já aos 90+5 minutos, por Jara.

Face ao 'nulo', num dos redutos onde encantou Diego Armando Maradona, a eliminatória será decidida na próxima quarta-feira, no Brasil, na 'casa' de Pelé.

O central Lucas Veríssimo, que poderá reforçar o Benfica, foi titular no Santos, saindo lesionado aos 84 minutos, enquanto, nos argentinos, jogaram de início dois ex-benfiquistas, o central Lisandro López e o extremo Eduardo Salvio.

O Boca procura a 12.ª final, depois de ter somado a 11.ª em 2018, e o sétimo título, após as vitórias em 1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007, enquanto o Santos persegue a quinta final e o quarto cetro, tentado repetir 1962, 1963 e 2011.

No outro jogo da primeira mão das meias-finais, o Palmeiras, comandado pelo treinador português Abel Ferreira, deu na terça-feira um passo de gigante rumo à final, ao bater fora o River Plate por 3-0, na primeira mão das meias-finais.

Em Avellaneda, casa emprestada dos 'milionários', Rony (27 minutos), Luiz Adriano (47) e Matias Viña (62) apontaram os tentos do 'verdão', que procura o segundo título, depois do arrebatado em 1999, e a quinta final, repetindo também 1961, 1968 e 2000.

PUB

Abel Ferreira está, assim, mas perto de reeditar, 22 anos depois, o feito único dos comandados do ex-selecionador luso Luiz Felipe Scolari e de somar o segundo título consecutivo de um treinador português, sucedendo ao Flamengo, de Jorge Jesus.

O encontro da segunda mão realiza-se na terça-feira, no Allianz Parque, em São Paulo, onde o conjunto de Abel Ferreira até pode chegar à final do Maracanã, no Rio de Janeiro, em 30 de janeiro, perdendo por dois golos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG