O Jogo ao Vivo

Euro 2020

"Farpas", insultos e famílias a discutir: caos na seleção francesa

"Farpas", insultos e famílias a discutir: caos na seleção francesa

O ambiente entre o plantel da seleção francesa já esteve melhor. Antes mesmo do começo do Euro, a relação entre Mbappé e Giroud já tinha azedado, mas com o decorrer da prova mais episódios foram criando um ambiente de tensão no balneário, segundo conta a imprensa francesa.

Divergência entre Mbappé e Giroud

Mesmo antes do começo do Euro 2020, a relação dos dois jogadores levou um duro golpe no encontro de preparação frente à Bulgária. Na conferência de imprensa após o jogo, Giroud referiu que "por vezes movimentas-te mas a bola não chega a ti. Podíamo-nos ter relacionado melhor [em campo]", fazendo referência a Mbappé, com quem formou dupla de ataque.

O avançado do PSG não gostou destes comentários e tentou, inclusive, participar na conferência de imprensa seguinte para esclarecer a sua posição sobre o assunto. A RMC Sport avançou na altura que mesmo depois de Giroud ter ido resolver a questão com Mbappé, o ambiente manteve-se tenso.

Segundo o "L'Equipe", os jogadores mais experientes da equipa como Mandanda, Lloris e Sissoko, não gostaram desta atitude de Kylian Mbappé e referiram que causou algum impacto no seio da equipa.

A lesão de Dembélé

PUB

O extremo do Barcelona lesionou-se no encontro frente à Hungria e foi forçado a abandonar o Euro. Esta lesão teve um impacto forte na moral do grupo, que tinha Dembélé em grande conta. O jogador foi visitar o estágio da equipa antes do jogo contra Portugal, para dar ânimo aos colegas.

Conflito entre jogadores e respetivas famílias

A relação dentro de campo entre Pogba e Rabiot foi complicada durante o encontro frente à Suíça. A "French Football News" avançou que ambos se insultaram várias vezes, tendo Rabiot inclusive mostrado o seu desagrado para com o trabalho defensivo de Pogba.

Varane também repreendeu várias vezes Pavard por causa do seu posicionamento defensivo, com o defesa do Bayern Munique a responder que a culpa também era de Pogba e a sua fraca contribuição defensiva.

Esta confusão chegou até às bancadas, com a mãe de Rabiot a confrontar as famílias de Pogba e Mbappé. Segundo a RMC Sport, depois do penálti falhado por Mbappé, Veronique Rabiot aproximou-se e teceu vários comentários depreciativos. Criticou a perda de bola de Pogba no lance que originou o terceiro golo da Suíça e disse ao pai de Mbappé para ensinar o filho a ser menos arrogante.

O desagrado com o hotel

A França, ao contrário de várias seleções, não jogou nenhum jogo "em casa". Fez estágio em Munique, Bucareste e Budapeste, mas o hotel da capital da Hungria foi o que causou maior descontentamento.

A equipa ficou sediada no Hotel Marriott onde, segundo o "L'Equipe", as janelas nem sequer abriam, tendo causado nos jogadores uma sensação de que estavam confinados. Pogba pediu que se alterasse o local de estágio para o Hotel Gardony, onde teriam vista para um lago.

Outro motivo relacionado com o estágio que incomodou os jogadores foi o facto de não poderem passar tempo com os seus familiares. Este tema foi menos discutido, tendo em conta que a Federação Francesa explicou que era uma medida para prevenir algum surto de covid-19.

A França foi eliminada nos oitavos de final do Euro pela Suíça nas grandes penalidades, depois de ter estado a vencer por 3-1.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG