Futebol

Cristiano Ronaldo ultrapassa registo goleador de Pelé

Cristiano Ronaldo ultrapassa registo goleador de Pelé

Domingo gordo de futebol em terras transalpinas com a realização dos 10 jogos da 15.ª jornada e o suspeito do costume a conquistar o papel de destaque.

No jogo que fechou a ronda, a Juventus venceu, em casa, a Udinese, com Cristiano Ronaldo a marcar dois golos e a fazer uma assistência para Chiesa, pelo que o golo do ex-Rio Ave e Sporting, Marvin Zeegelaar, aos 90 minutos, já não surtiu qualquer efeito. E nem era preciso o golo de Dybala, na compensação, a fechar o marcador. Com este bis, de acordo com alguns sites internacionais de estatísticas, CR7 atingiu os 758 golos na carreira, contabilizando os que apontou por equipas e seleções principais, e ultrapassou Pelé (757), garantindo, assim, mais uma marca histórica para o currículo.

Ano Novo..., vida nova. Não, não é erro. É certo que o internacional português já nos habituou a estas façanhas, mas a última imagem que ficou de 2020 foi a derrotada da Juventus, em Turim, por 0-3, com a Fiorentina. Às costas de CR7, a Vecchia Signora retomou o trilho das vitórias, mas pouco efeito teve na tabela classificativa, uma vez que, no topo, Milan, Inter, Roma e Nápoles também venceram. O bis de Ronaldo serviu para voltar a isolar-se no topo da lista de melhores marcadores.

Pouco antes, Lukaku tinha faturado na goleada do Inter Milão ao Crotone, com Pedro Pereira a tempo inteiro, e apanhado CR7 na lista de artilheiros da Serie A, mas o português voltou à dianteira. Outro internacional luso que faturou nesta jornada foi Rafael Leão, assinando o segundo golo da vitória do Milan, que também teve Dalot no onze, no terreno do Benevento, mantendo-se na liderança da classificação.

Quanto à Roma, treinada por Paulo Fonseca, essa só precisou de um golo de Dzeko para vencer, em casa, a Sampdoria e segurar-se no terceiro posto, logo atrás do Inter Milão. No quarto lugar, ainda à frente da Juventus, mantém-se o Nápoles, que venceu em casa do Cagliari e contou com Mário Rui no lado esquerdo da defesa até ao minuto 87.

Outro português bem sucedido nesta ronda da Serie A foi o médio Miguel Veloso, titular no triunfo do Hellas Verona no terreno do Spezia, pela margem mínima. Outro caso de infelicidade desportiva em Itália, no arranque deste novo ano civil, dá pelo nome de Bruno Alves, que viu um amarelo na derrota caseira do Parma, frente ao Torino.

PUB

Outros Conteúdos GMG