Caso Mayorga

Juventus cancela pré-época nos EUA por temer detenção de Cristiano Ronaldo

Juventus cancela pré-época nos EUA por temer detenção de Cristiano Ronaldo

mudando a sua participação para a ÁsiaAo contrário do habitual, a Juventus não vai participar na International Champions Cup na pré-época, nos EUA. Na base da decisão está Cristiano Ronaldo e o alegado caso de violação a Kathryn Mayorga.

Segundo o jornal norte-americano "The New York Times", a equipa de Turim já não vai participar na International Champions Cup para evitar uma eventual detenção de Cristiano Ronaldo. A mesma publicação garante que a organização do torneio optou por não incluir a Juventus na prova dos EUA - onde é costume disputar a prova de pré-época - mudando a sua participação para a Ásia, já que há o risco de Cristiano Ronaldo ser detido devido à investigação da alegada violação a Kathryn Mayorga.

A norte-americana de 34 anos denunciou Cristiano Ronaldo por violação, em Las Vegas. Os advogados do futebolista disseram que as acusações não eram válidas. O caso remonta a 2009, num quarto de hotel em Las Vegas. Segundo uma investigação da revista alemã "Der Spiegel", a mulher disse que Cristiano Ronaldo obrigou-a a praticar sexo anal.

De acordo com a mulher, o jogador ter-lhe-á pago 375 mil dólares (323.683 euros) para que não apresentasse queixa, mas o advogado de Kathryn terá avançado, entretanto, com uma impugnação do acordo. Cristiano Ronaldo negou as acusações, dizendo que o sexo foi consensual.