Benfica - Gil Vicente

Equívocos e ineficácia derrubam águias na Luz

Equívocos e ineficácia derrubam águias na Luz

Após seis vitórias consecutivas, Benfica perde frente ao Gil e compromete luta pelo segundo lugar. Leautey e Lourency marcaram para os minhotos

Balde de água gelada na Luz. Depois de seis vitórias seguidas, o Benfica perdeu de forma inesperada, por 2-1, frente ao Gil Vicente e corre o sério risco de ficar hoje mais longe do acesso direto à Liga dos Campeões, na hipótese do F.C. Porto derrotar o Nacional. A equipa minhota fez uma grande exibição, anulou por completo os encarnados na primeira parte, aguentou a pressão na segunda e, pelo meio, marcou os golos do triunfo, por Leautey e Lourency.

Na reta final, um autogolo de Vítor Carvalho deu ânimo às águias mas não tiveram discernimento para chegar, pelo menos, ao empate. Em cima do apito final, Otamendi teve uma oportunidade de ouro, através de um remate frontal, mas a bola saiu ao lado. Depois de um período de paz, os encarnados mergulham outra vez em águas turbulentas.

Numa prestação repleta de equívocos, a primeira parte do Benfica foi uma das piores da temporada. Jesus apostou num esquema com três centrais mas a estratégia correu mal porque lhe faltou capacidade de "pressing" para parar o rival. As águias jogaram sem velocidade e criatividade frente a uma equipa que se entregou de corpo e alma, tapando todos os buracos onde pudesse surgir um pedaço de inspiração da equipa de Jesus.

Num jogo dividido, o Gil foi mais perigoso e Leautey fez o primeiro ao bater Helton Leite num remate de fora de área. Em sete jogos, foi a primeira vez que o brasileiro viu a sua baliza violada. Apesar do forte abalo, a toada encarnada manteve-se igual, sendo que o seu primeiro remate no duelo surgiu nos... descontos por Waldschmidt.

Jesus alterou o esquema no segundo período, Everton substituiu Veríssimo, e o Benfica voltou ao esquema dos dois centrais, evidenciando mais ligação. Outras alterações, como as entradas de Pizzi e de Darwin, melhoraram também o rendimento do conjunto, mas ainda assim a desinspiração foi total. Seferovic falhou várias oportunidades, Grimaldo podia igualmente ter marcado, sendo porém que as costas da equipa iam ficando cada vez mais desguarnecidas. Num contra ataque, Lourency fez o 2-0 e a correr contra o prejuízo, o Benfica ainda reduziu a desvantagem mas não logrou mais do que isso.

Sinal Mais
O Gil venceu com dois grandes golos, fruto da inspiração de Leautey e de Lourency. A defesa foi intransponível, com destaque para Rodrigão e Ruben.

PUB

Sinal Menos
Seferovic esforçou-se mas desta vez a sorte nada quis consigo. Em três remates, três bolas ao lado. Taarabt foi uma sombra do habitual.

Árbitro
Nos lances em que houve dúvidas, o VAR resolveu. A prestação do árbitro merece nota positiva, ainda que tenha havido um ou outro equívoco.

Veja o resumo do jogo:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG