Futebol

Fernando Santos apresentado na Polónia: "A partir de hoje sou polaco"

Fernando Santos apresentado na Polónia: "A partir de hoje sou polaco"

A cerimónia de apresentação de Fernando Santos como novo selecionador da Polónia ficou marcada pela gaffe do presidente da Federação polaca, Cezary Kulesza, que se referiu ao técnico português como Filipe Santos.

Depois de ter deixado a seleção portuguesa, no final do Campeonato do Mundo do ano passado, disputado no Catar, Fernando Santos foi oficializado como novo treinador da Polónia.

"Quero agradecer a confiança que o presidente depositou em mim e na minha equipa técnica, que muito nos honram. Estamos a falar de um grande país, com uma história enorme, também ao nível da sua seleção nacional. A sua história marcou a minha geração, com equipas e jogadores com muita qualidade. É gratificante continuar a carreira de selecionador num país com tanta influência", referiu o técnico português, de 68 anos.

PUB

Numa seleção que tem em Robert Lewandowski, avançado do Barcelona, a sua principal figura, Fernando Santos deixou claro aquilo que pretende para o futuro dos polacos: "Sempre treinei grandes jogadores ao longo da minha carreira, mas o mais importante é que o "eu" fique fora da equipa. Nós somos uma equipa".

Fernando Santos prometeu "muito trabalho, ambição e confiança" para "dar ao povo polaco alegrias". "Quero ganhar tudo, não vim aqui para perder. Não gosto da palavra perder, não aceito. A minha ambição é vencer todos os jogos. A partir de hoje sou polaco, sou um de vocês", sublinhou.

Questionado sobre Paulo Sousa, que também passou pelo cargo de selecionador da Polónia, em 2021, Fernando Santos disse ser seu "amigo", mas vincou que os dois são "pessoas distintas", acrescentando que "a diferença não nos torna melhores ou piores".

A cerimónia ficou marcada por uma gaffe cometida pelo presidente da Federação polaca, Cezary Kulesza, que se referiu ao técnico português como Filipe Santos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG