Futebol

Final da Champions no Dragão com seis mil adeptos de cada equipa

Final da Champions no Dragão com seis mil adeptos de cada equipa

A cidade do Porto vai substituir Istambul, na Turquia, como palco da final da Liga dos Campeões, entre o Manchester City e o Chelsea, a 29 de maio. Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, elogia a Federação Portuguesa de Futebol e o Governo português.

A final estava marcada para o Estádio Atatürk em Istambul, mas, na sequência da decisão do governo britânico de colocar a Turquia na lista vermelha de destinos de viagem covid-19, a realização da final ali significaria que nenhum dos adeptos dos clubes poderia viajar para o jogo.

As autoridades portuguesas e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) intervieram e trabalharam rapidamente e sem problemas com a UEFA para oferecer um local adequado para a final e, como Portugal é um destino da lista verde para a Inglaterra, os adeptos e jogadores presentes na final não terão de ficar em quarentena no seu regresso a casa.

A lotação do estádio para o jogo será confirmada em cooperação com as autoridades portuguesas, mas sabe-se já que os adeptos das equipas concorrentes poderão comprar bilhetes através dos clubes da forma habitual, com os seis mil bilhetes por clube à venda o mais cedo possível a partir desta quinta-feira. O número de adeptos de cada equipa que poderão assistir é o mesmo que foi planeado em Istambul.

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, elogiou o papel da FPF: ""Mais uma vez recorremos aos nossos amigos em Portugal para ajudar a UEFA e a Champions League. Estou, como sempre, muito grato à FPF e ao Governo português por terem concordado em organizar o jogo tão rapidamente. Eles trabalharam incansavelmente com restrições de tempo muito apertadas na busca de soluções para os muitos desafios a apresentar num jogo desta magnitude. Sempre que houve um obstáculo, eles foram criativos nas soluções apresentadas e o sucesso de organizar a final deste ano deve-se inteiramente ao seu trabalho árduo e persistência.

Já o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, considerou que é "com honra e entusiasmo" que a cidade recebe a final da Liga dos Campeões de futebol. "A cidade do Porto acolhe com honra e entusiasmo a final da Liga dos Campeões que aqui se irá realizar no Estádio do Dragão. Desta vez já com público", começou por dizer Rui Moreira, em declarações à Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O edil portuense deixou ainda agradecimentos à FPF, à UEFA e ao Governo português, pelo empenho que tiveram nesta realização, considerando-a "muito importante para a retoma da atividade na cidade".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG