Futebol

Alemães já não querem videoárbitro

Alemães já não querem videoárbitro

Uma sondagem realizada pela revista alemã Kicker, concluiu que 64,60 % dos inquiridos eliminariam o videoárbitro na segunda ronda do campeonato.

A liga alemã foi uma das primeiras ligas europeias a apostar no videoárbitro mas as opiniões positivas acerca desta tecnologia no futebol mudaram em apenas três meses. Num inquérito realizado pela revista alemã Kicker, 64,60 % dos inquiridos estão de acordo em eliminar o videárbitro na segunda ronda do campeonato e apenas 35,40 % estão a favor da continuidade.

Desde a introdução do videoárbitro na Bundesliga, surgiram uma série de divergências que criaram alguma polémica. A mais recente foi o despedimento do chefe do centro de controlo responsável por supervisionar o vídeoárbitro na liga alemã, Hellmut Krug, por alegadamente ter favorecido a equipa preferida, o Schalke 04.