Alvalade

Frederico Varandas é o novo presidente do Sporting

Frederico Varandas é o novo presidente do Sporting

Frederico Varandas, da Lista D, venceu as eleições para a presidência do Sporting com 42,32% dos votos e é o 43.º líder do clube leonino.

Frederico Varandas alcançou 42,32% dos votos (8717 votantes) contra os 36,84% (9.735) recebidos por João Benedito, que ficou em segundo lugar nas eleições. José Maria Ricciardi, o terceiro candidato mais votado, teve 14,55% dos votos, ficando à frente das listas lideradas por José Dias Ferreira (2,35%), Fernando Tavares Pereira (0,9%) e Rui Jorge Rego (0,51%). Houve ainda 2,2% de votos em branco e 0,31% nulos.

João Benedito teve mais sócios a votar em si do que Frederico Varandas, pelo que a vitória deste último se deve ao número de votos aos quais cada sócio votante tem direito. Isto porque, de acordo com os estatutos do clube, quanto mais antigos são os associados, maior é o número dos votos que lhes correspondem.

Sem esconder a comoção e a alegria à chegada à Praça Centenária, Frederico Varandas afirmou que esta foi uma vitória da "independência, resistência, resiliência e da superação". Não esquecendo os agradecimentos aos candidatos derrotados e aos adeptos, o presidente eleito pediu esforço coletivo: "O Sporting não vai ceder, não vai vacilar e nunca vai abdicar dos seus valores e ideais. O lema desta candidatura é unir o Sporting, mas chegou a hora de passar das palavras aos atos. Unir é efetivar a união", defendeu. "Queremos pôr o Sporting a vencer, um Sporting digno. Não é fácil mas é um grande orgulho. É um momento histórico, o melhor dia da minha vida", disse.

No final do discurso da vitória, Frederico Varandas tirou do bolso a medalha de prata alcançada pelo Sporting na final da Taça de Portugal, que os leões perderam frente ao Aves (2-1), logo após os incidentes em Alcochete, e deixou uma promessa. "É esta medalha que mais cedo ou mais tarde irá com o troféu de campeão nacional para o museu. Prometo isso! É uma missão que vou tentar cumprir até ao fim", concluiu.

O médico de 38 anos, proprietário de uma clínica de recuperação física, foi eleito para um mandato de quatro anos, depois de ter sido diretor clínico do Sporting, entre 2011 e 2018, funções que já tinha desempenhado no Vitória de Setúbal, entre 2007 e 2011.

Com a eleição de Varandas, que foi o primeiro a assumir a candidatura à sucessão de Bruno de Carvalho, o advogado Rogério Alves assume a presidência da Mesa da Assembleia Geral do clube, enquanto o juiz conselheiro Joaquim Baltazar Pinto a liderança do Conselho Fiscal e Disciplinar.

Durante a campanha, Varandas anunciou a integração na estrutura diretiva do clube dos antigos futebolistas Hugo Viana e Beto.

Este foi o ato eleitoral do clube com maior afluência de sempre, com 22.510 sócios votantes, 19.159 de forma presencial e 3351 por correspondência, de um total de 51.009 com direito a voto.

Jaime Marta Soares: "É um dia de festa, um dia de transição"

O ainda presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares, que agora vai passar o testemunho a Rogério Alves, felicitou o novo presidente do Sporting. "É um dia de festa, um dia de transição", afirmou.​​​​​​ E aproveitou para fazer um "desabafo": "Esta votação mostrou que o Sporting não tem dono, é dos sócios".

Marta Soares, que tinha prometido celeridade na divulgação dos resultados, compareceu no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade, "No futuro temos de fazer alguns apuramentos", admitiu Jaime Marta Soares, sete horas depois do fecho das urnas. O ainda presidente da MAG falou em problemas informáticos para justificar o atraso.

João Benedito: Varandas "é o meu presidente"

João Benedito felicitou Varandas pela vitória e endereçou-lhe felicidades para o futuro. "Quero dar os parabéns ao Frederico Varandas pela vitória. Tem não só a percentagem dos que votaram na lista dele, mas também todos os que votaram na lista A. É o meu presidente e o de todos os que votaram na lista A para que o Sporting tenha um futuro risonho", afirmou o antigo guarda-redes de futsal do Sporting, aos jornalistas.

Ricciardi felicitou vencedor em comunicado

José Maria Ricciardi, terceiro mais votado, felicitou Frederico Varandas pela eleição para a presidência, através de comunicado escrito, desejando-lhe "os maiores sucessos", realçando ser tempo de todos contribuírem para um futuro grandioso. "A candidatura de José Maria Ricciardi felicita o novo presidente do Sporting e deseja-lhe os maiores sucessos para o nosso clube, bem como a toda a equipa que o acompanha. A partir de hoje é o nosso presidente", lê-se na nota enviada à agência Lusa.

"Queremos também agradecer aos sócios do nosso clube que hoje (sábado) participaram numa votação histórica, tranquila, com elevação e que transmitiram um exemplo de maturidade democrática para a sociedade portuguesa. Agradecemos ainda a todos os que nos acompanharam nesta jornada. É agora tempo de todos contribuirmos para um futuro que queremos grandioso", terminou o banqueiro.

Tavares Pereira felicita Varandas e fica "atento" às promessas

"Gostaria de dar os parabéns ao Dr. Frederico Varandas pela vitoria alcançada, que lhe confere total legitimidade para dirigir os destinos do nosso clube", assinalou Fernando Tavares Pereira, um dos candidatos derrotados, em nota enviada à agência Lusa, adiantando que Frederico Varandas passou a ter em si "um apoiante".

O candidato derrotado pela lista G, que destacou a necessidade de estabilizar as contas do clube e da SAD, pediu "paz e serenidade" aos sócios do Sporting, assegurando que jamais utilizará "os meios de comunicação social ou as redes sociais para fazer qualquer tipo de crítica".

"Nos planos financeiro e desportivo estaremos atentos para que sejam cumpridas as diversas promessas eleitorais que ao longo da campanha foram sendo feitas aos sócios. Se porventura tivermos que fazer algum reparo relativamente à atuação do Conselho Diretivo usaremos os meios institucionais ao nosso alcance e seremos recatados", observou.

Rogério Alves apela à união do clube

O novo presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Rogério Alves, afirmou-se satisfeito com a vitória de Frederico Varandas, apelando à união do clube. "Temos de trabalhar intensamente para o Sporting, para que o Sporting seja vencedor. Unidos seremos vencedores", salientou o novo responsável de Alvalade, que encabeçou a lista de Frederico Varandas para o órgão.

"É uma reação de contentamento, alegria e de esperança, com muito sentido de responsabilidade. As eleições são um meio não são um fim, não se ganham eleições para se ganhar eleições, ganham-se eleições para trabalhar para o Sporting", afirmou.

Rui Jorge Rego: "É o presidente de todos os sportinguistas. Eu não vou fazer oposição"

O candidato menos votado à presidência do Sporting Rui Jorge Rego assegurou que não vai fazer oposição a Frederico Varandas, que foi eleito no sábado, admitindo que o resultado ficou aquém do que esperava."Desejei (ao vencedor) a melhor sorte do mundo e que o Sporting seja um clube campeão. É o presidente de todos os sportinguistas. Eu não vou fazer oposição", afirmou o advogado, em declarações aos jornalistas, em Alvalade.

Presidente da FPF felicita Frederico Varandas

Numa nota colocada no site oficial, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, saúda Frederico Varandas e deseja-lhe "as maiores felicidades, quer pessoais, quer profissionais, para o mandato", que começará a cumprir na próxima segunda-feira, data da tomada de posse dos novos órgãos eleitos do clube de Alvalade.

Emanuel Silva considera que Varandas "é mais-valia" para o clube

"Conheço-o pessoalmente. Foi uma boa escolha entre um conjunto de candidatos, alguns com grande historial e enorme vontade. Agora, devem aliar-se todos ao Frederico e tentar fazer com que o Sporting seja cada vez maior. E ele aproveitar também as melhores ideias dos rivais nas para tornar o Sportingcada vez maior", disse o canoísta Emanuel Silva, vice-campeão olímpico em Londres2012 com Fernando Pimenta em K2 1000.

Emanuel, que juntamente com João Ribeiro, do Benfica, conseguiu para o Sporting o melhor resultado no Rio2016, com o quarto lugar também em K2 1000, destacou a importância de os 'leões' manterem a "forte aposta nas modalidades, justificando o epíteto de ser uma referência internacional".

"O Sporting não é só futebol. É dos clubes mais ecléticos da Europa, se não o mais. E isso é para manter. Nós, os atletas, faremos a nossa parte por isso. Pelo que vi da sua candidatura, é o que vai acontecer. Nenhum sportinguista gostaria que fosse diferente", vincou, à margem do mundial de maratona, que decorre na Vila de Prado, Braga.

Emanuel Silva reconhece "inúmeras qualidades" ao novo presidente, incluindo "o seu lado humano, a forma como percebe o outro lado do atleta de alta competição": "A sua experiência é, sem dúvida, uma mais-valia para o clube".

O quatro vezes atleta olímpico viu "com muitos bons olhos" a campanha e o ato eleitoral, que culminou sábado com recorde de votantes, acima dos 22 mil.

"É sinal de que o Sporting está bem vivo. Muitos duvidavam que teria a capacidade para dar a volta por cima desta forma. O Sporting é grande, tem muitos adeptos, muitos que gostam do clube e está pronto para luta. É isso o mais importante", sublinhou.

Emanuel Silva, que se prepara para em 2019 enfrentar o apuramento para os Jogos de Tóquio2020, revelou o desejo de que mais atletas 'leoninos' consigam entrar e fortalecer a seleção de Portugal.

ver mais vídeos