Ciclismo

João Almeida: "Não sei se Ronaldo nos conhece, mas espero que esteja orgulhoso"

João Almeida: "Não sei se Ronaldo nos conhece, mas espero que esteja orgulhoso"

No dia em que Rúben Guerreiro venceu a nona etapa da Volta a Itália, João Almeida, que manteve a camisola rosa, mostrou-se "orgulhoso" pelo triunfo do compatriota.

João Almeida estava "super orgulhoso" com o amigo Ruben, considerando que este "merece" o triunfo na nona etapa do Giro, e admite celebração entre os portugueses, mas só no fim da grande competição.

"Se tiver de celebrar será depois. Temos de estar focados, descansar, pois falta muito até à meta final, com ou sem a camisola rosa", justificou.

Assumiu ser "muito especial" manter o comando conquistado na terceira etapa e reconhece que "esperava o pior" antes da tirada de hoje, com exigente montanha e chegada em contagem de primeira categoria.

"Sofri muito, mas consegui. Lutei pelos meus colegas de equipa, têm feito um trabalho muito bom. Se tenho esta camisola devo-o a eles. Estou-lhes muito agradecido", vincou.

João Almeida perdeu algum tempo para os principais rivais, detendo agora 30 segundos de avanço para o holandês Wilco Kelderman (Sunweb) e 39 para o espanhol Pello Bilbao (Bahrain-McLaren), ciclistas que trocaram de posição na geral.

O ciclista da Deceuninck-Quick Step disse ainda ouvir música portuguesa todos os dias e que é fã de Cristiano Ronaldo: "não sei se me conhece a mim ou ao Ruben, mas espero que esteja orgulhoso".

Outras Notícias