Inglaterra

Manchester City é o grande vencedor do Boxing Day

Manchester City é o grande vencedor do Boxing Day

A equipa onde joga Bernardo Silva, Rúben Dias e João Cancelo aplicou a maior goleada do dia, na vitória sobre o Leicester (6-3). Três dos jogos agendados para hoje foram adiados devido ao covid-19.

O Manchester City continua em estado de graça e desta vez quem sofreu foi o Leicester, sem Ricardo Pereira no onze devido a lesão. Aos 25 minutos o jogo já tinha contornos de goleada uma vez que De Bruyne, Mahrez, Gundogan e Sterling já tinham feito o gosto ao pé.

O intervalo fez bem aos 'foxes' que cheiraram a recuperação, com dez minutos fantásticos, onde Maddison, Lookman e Iheanacho quase empataram a partida. O susto acordou os 'citizens' que marcaram pouco depois por Laporte e Sterling bisou, fixando o 6-3 final.

PUB

Assim a equipa de Guardiola continua na liderança da Premier League, com 49 pontos, enquanto a temporada cinzenta do Leicester continua, pois seguem no décimo lugar, com 22 pontos.

O Arsenal parece ter entrado nos eixos e está numa maré de vitórias imparável. A equipa joga bom futebol e respira confiança como prova a goleada na visita ao Norwich (5-0).

A equipa de Arteta entrou forte e, aos 6 minutos, Saka já tinha inaugurado o marcador. A fechar a primeira parte Tierney aumentou a vantagem.

O passar do tempo só reforçava a superioridade dos 'gunners' e Saka voltou a marcar. Até ao final Lacazette e Smith Rowe também celebraram, construindo a goleada que deixa o Arsenal na quarta posição da tabela, empurrando o Norwich cada vez mais para o fundo da classificação.

Cédric Soares também marca o dia de hoje, pois foi diagnosticado com covid-19.

Em Londres o Tottenham dominou a partida contra o Crystal Palace (3-0) e continua em fase ascendente. O trio maravilha (Harry Kane, Lucas Moura e Son) foi responsável pelo triunfo, que deixa os 'Spurs' na quinta posição e o Crystal Palace em 12.º.

Também em Londres aconteceu a maior surpresa do dia pois o West Ham cedeu uma derrota na receção ao Southampton (2-3) num jogo de loucos.

Elyounoussi abriu o marcador e, apesar do domínio dos hammers o resultado manteve-se até ao descanso.

A partir daí é que o jogo começou realmente: a equipa de David Moyes fez entrar Michail Antonio e Lanzini o que mudou completamente a equipa. O jamaicano marcou passado quatro minutos, mas depois o West Ham cedeu um penálti, convertido por Ward-Prowse. Benrhama empatou a partida, passado pouco tempo, mas Bednarek aproveitou uma bola parada para voltar a colocar os 'saints' em vantagem, resultado esse que se manteve até final.

Assim o West Ham segue em sexto e o Southampton prossegue na 14ª posição.

Já o Chelsea parece ter reanimado na luta pelo título e deu a reviravolta à partida contra o Aston Villa (3-1). Reece James fez um autogolo, mas o bis de Jorginho, através de grandes penalidade, e o golo de Lukaku significa que os 'blues' não perdem há seis jogos, ficando no terceiro lugar da Premier League, enquanto a equipa de Steven Gerrard segue no 11.º posto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG