Futebol

Morreu a lenda do Real Madrid Paco Gento

Morreu a lenda do Real Madrid Paco Gento

Avançado espanhol detinha vários recordes pelo clube da capital.

Morreu esta terça-feira Francisco "Paco" Gento, aos 88 anos. Foi um dos primeiros grandes jogadores da história do futebol espanhol e ainda hoje, volvidas várias décadas, continua a ser uma referência para os madrilenos mais velhos. Paco Gento foi avançado do Real Madrid e conquistou seis Taças dos Campeões Europeus (antiga Liga dos Campeões) e é o recordista desta competição, tendo vencido as primeiras cinco edições. Aos títulos internacionais, juntou 12 Ligas espanhola e até ao momento nunca ninguém venceu tantas.

Participou em quase 600 jogos pelo Real Madrid, de 1953 a 1971, tendo marcado 176 golos pela formação da capitaln espanhola. Foi 42 vezes internacional pela Espanha, com cinco golos apontados. Foi contratado pelo histórico presidente Santiago Bernabéu aos 19 anos, titular nas cinco primeiras finais da Taça dos Campeões Europeus que jogou, fazendo parte de uma das melhores gerações do Real Madrid, atuando ao lado de figuras como Di Stéfano, Puskas, Rial, Zárraga, Marquitos ou Kopa.

É considerado um dos futebolistas mais velozes de sempre, qualidade que lhe deu a alcunha de "La Galerna del Cantábrico", devido à zona onde cresceu (Cantabria) por ser uma localidade conhecida pela velocidade do vento. Mais recentemente, foi presidente honorário do Real Madrid desde 2015, após a morte de Alfredo Di Stéfano.

"Francisco Gento faleceu aos 88 anos. Ganhou seis Taças dos Campeões Europeus, o que o converte num jogador único na história do futebol. Com um físico portentoso e uma incrível velocidade, Gento foi o melhor extremo esquerdo do mundo. Mas, à parte das suas espetaculares condições como jogador, foi o elo de ligação entre duas gerações lendárias no Real: as das cinco primeiras Taças dos Campeões e a da equipa yeyé", referiu o Real Madrid, em comunicado.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG