O Jogo ao Vivo

Seleção

O golo de Gonçalo Paciência: em nome do pai pela terceira vez

O golo de Gonçalo Paciência: em nome do pai pela terceira vez

O golo que Gonçalo Paciência marcou esta quinta-feira à Lituânia, o quarto de Portugal, permite-lhe passar a fazer parte de uma curta lista familiar.

O avançado do Eintracht Frankfurt é o terceiro filho de um internacional português igualmente com registo goleador na seleção, neste caso Domingos Paciência, juntando-se a Rui Águas e André André.

No segundo jogo pela equipa das quinas, o primeiro como titular, Gonçalo estreou-se a marcar e, no festejo, homenageou o pai, autor de nove golos por Portugal em 34 partidas, o último dos quais em 1997.

Rui Águas, ex-avançado de Benfica e F. C. Porto, fez dez golos em 31 jogos pela seleção, que representou entre 1985 e 1993, menos um do que José Águas, outro ponta de lança histórico do clube da Luz, em 25 partidas pela seleção lusa. Quanto a André André, que joga no V. Guimarães, só precisou de quatro internacionalizações para rubricar um golo por Portugal, em 2017. O pai, André, figura de proa do F. C. Porto nas décadas de 1980 e 1990, também marcou uma vez, em 20 jogos pelas quinas.