Covid-19

Ordem dos Médicos diz que "é importante manter atividades desportivas"

Ordem dos Médicos diz que "é importante manter atividades desportivas"

O Governo cancelou todas as competições desportivas deste fim de semana, com exceção dos dois campeonatos profissionais de futebol. A decisão foi anunciada esta quinta-feira. Na véspera, durante um almoço-debate organizado pelo International Club of Portugal, em Lisboa, relativo ao tema "Unidos em tempos de pandemia", o bastonário da Ordem dos Médicos destacou a importância de manter o desporto em funcionamento, justificando que não é nessa área que as infeções pela covid-19 se estão a propagar.

Numa das diversas intervenções para responder a questões de outros participantes, Miguel Guimarães foi taxativo.

"Esta questão colocada é absolutamente essencial, que tem a ver com os benefícios do desporto naquilo que é a prevenção das doenças, na formação das pessoas, naquilo que é absolutamente essencial para o nosso equilíbrio interior, para o nosso equilíbrio naquilo que é o nosso trabalho e também para o desenvolvimento dos jovens. O desporto em si não me parece que tenha grandes problemas, não me parece que o desporto seja o local onde as infeções se estão a propagar. É preciso ter alguns cuidados, mas é importante manter estas atividades a funcionar, porque terminar com as atividades para os jovens é como as escolas, se começarmos a parar com essas atividades vamos ter muitos problemas globais, nomeadamente na área da saúde mental e no desenvolvimento das pessoas", considera o bastonário da Ordem dos Médicos.

Os números da pandemia em Portugal não têm sido animadores e, embora sem consequência direta, coincidem com os testes-piloto ao regresso do público aos estádios de futebol. A esse propósito, Miguel Guimarães também não tem dúvidas: "Temos de ser rigorosos, sim. Mas a pressão do futebol faz algum sentido. Se num estádio de 50 ou 40 mil pessoas, podem estar lá mil, duas ou três mil pessoas? Claro que podem. Essas mil, duas mil ou três mil pessoas não se vão infetar se estiverem separadas. Agora, tem de se ter cuidado a abordar estas questões, tem de se ser coerente e, sobretudo, eficaz a conter a propagação da infeção".

Recorde-se que a suspensão das competições desportivas em Portugal, neste fim de semana, surgem como consequência da limitação de circulação entre os diferentes concelhos do território continental, no período que teve início às 0 horas desta sexta-feira, 30 de outubro, e as 6 horas de dia 3 de novembro de 2020.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG