Boavista - Famalicão

Panteras sagazes fogem do abismo

Panteras sagazes fogem do abismo

Com vitória cirúrgica, equipa de Jesualdo Ferreira deixa zona perigosa e afunda minhotos muito perdulários

Injeção de ânimo no Boavista, com uma vitória cirúrgica sobre o Famalicão, por 3-0, que não só permitiu às panteras largarem a lanterna-vermelha da Liga e darem um salto de quatro lugares, como também ganharem vantagem num eventual confronto direto com os minhotos, que voltaram a perder pé na luta pela permanência.

O conjunto portuense fez do pragmatismo o maior trunfo, começando a arranhar a vitória logo aos 30 segundos, num remate de Angel Gomes ao poste. Com o mote dado, os axadrezados ganharam fôlego e, após algumas ameaças, colocaram-se na frente, com um cabeceamento astuto de Ricardo Mangas, após um canto.

O Famalicão, que não perdia há três encontros, mostrava-se intermitente e demorava a mostrar objetividade no último terço, mas ainda teve oportunidade para relançar o jogo, num remate à barra de Rúben Vinagre. Só depois do intervalo, quando o técnico Silas percebeu que tinha de desfazer o esquema de três centrais, a equipa minhota cresceu, e Guedes acertou no ferro.

O Boavista aguentou a pressão e foi letal na resposta, com Paulinho, aos 65m, a romper a defesa contrária para fazer o 2-0, manietando um adversário que ficou ainda mais debilitado com expulsão de Ugarte, aos 76m. O terceiro e último golo surgiu nos descontos, por Pérez, e o Famalicão caiu mesmo para os lugares de descida.

Veja o resumo do jogo:

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG