Futebol

Pepe: "Nós, os jogadores, somos os principais culpados"

Pepe: "Nós, os jogadores, somos os principais culpados"

O central do F. C. Porto considerou que os azuis e brancos fizeram uma primeira parte "muito má" e puseram individual "à frente do coletivo".

"Acho que nós, os jogadores, somos os principais culpados. Não podemos fazer uma primeira parte tão má como fizemos hoje. O mister alertou-nos para as transições do Boavista, um ponto forte deles, mas não cumprimos na primeira parte. Pagámos muito caro. Nós que representamos este clube temos que dar um pouco mais. Na segunda parte fomos superiores, colocámos o trabalho primeiro do que a qualidade. Conseguimos o empate, podíamos ter feito o terceiro, mas o futebol é isto. Temos de por a mão na consciência e ver o que fizemos de menos bom", começou por dizer Pepe, salientando que o F. C. Porto "não fez o que o treinador pediu".

"Quando representamos um grande clube como o F. C. Porto, não temos de encontrar desculpas, temos de fazer o nosso trabalho. Na primeira parte não fomos consistentes, não fizemos o que esta camisola pede, não fizemos nada como equipa. Quisemos por o individual à frente da equipa e quando isso acontece paga-se caro. É difícil dar uma explicação. Somos onze, alertámos bastante para o que antecede um jogo da Champions uma equipa que está a lutar para conseguir pontos. Na primeira parte, não fizemos o que o mister pediu, não reagimos como equipa. Sabemos onde falhámos. Temos de falar no balneário para não voltar a acontecer o que se passou na primeira parte", concluiu.

F. C. Porto e Boavista empataram (2-2), este sábado no Estádio do Dragão, na 19.ª jornada da Liga. Os azuis e brancos estiveram a perder por 2-0 e Sérgio Oliveira falhou uma grande penalidade. Francisco Conceição, filho de Sérgio Conceição, estreou-se pela equipa principal dos dragões.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG