O Jogo ao Vivo

Futebol

Porque o dia 9 de março é mágico para o F. C. Porto

Porque o dia 9 de março é mágico para o F. C. Porto

A 9 de março de 2004, os dragões eliminaram o Manchester United da Liga dos Campeões. No mesmo dia, 17 anos depois, deixam a Juventus pelo caminho.

Mais do que os quilómetros, há uma distância temporal entre Manchester e Turim. Uma distância de 17 anos. A 9 de março de 2004, os dragões eliminavam o Manchester United nos oitavos de final da Liga dos Campeões com um golo de Costinha, perto do fim, que garantiu o empate (1-1) e o apuramento para os quartos de final.

Nesse ano, os dragões ganharam a Champions numa noite de quente em Gelsenkirchen frente ao Mónaco. No mesmo dia, 9 de março, agora de 2021, 17 anos depois, os azuis e brancos voltam a ser felizes da mesma forma e eliminam a Juventus da prova milionária. Perderam por 3-2, mas sobrevivem graças aos golos fora e à vitória, por 2-1, do jogo da primeira mão.

Num dos duelos mais épicos da história recente do F. C. Porto, com os dragões reduzidos a dez jogadores por expulsão de Taremi, a equipa de Sérgio Conceição sobreviveu às investidas da Juventus e soube ter pulso firme durante o jogo.

Os azuis e brancos estiveram a ganhar por 1-0, graças a um penálti de Sérgio Oliveira, estiveram depois a perder por 2-1, levaram o jogo para o prolongamento, onde empataram, outra vez por Sérgio Oliveira, de livre. A Juventus ainda fez o 3-2. Mas o F. C. Porto respirou de alívio, no fim, tal como respirou de alívio em Manchester, onde também Cristiano Ronaldo participou nessa eliminatória épica e do outro lado da barricada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG