Liga dos Campeões

PSG-Basaksehir interrompido por alegado racismo do quarto árbitro

PSG-Basaksehir interrompido por alegado racismo do quarto árbitro

O jogo da sexta jornada da Liga dos Campeões foi interrompido aos 14 minutos, quando elementos do banco da equipa turca acusaram o quarto árbitro de racismo. Partida é retomado esta quarta-feira.

Estalou a polémica em Paris. O jogo entre Paris Saint-Germain e o Basaksehir foi interrompido, alegadamente por insultos racistas por parte do quarto árbitro, o romeno Sebastian Coltescu.

Ao que tudo indica, o insulto foi dirigido a Pierre Webo, um dos adjuntos da equipa turca.

As duas equipas recolheram aos balneários.

Depois de cerca de duas horas interrompido, em que ainda foi tentado que as equipas voltassem ao relvado, foi decidido que o jogo se realizasse na quarta-feira, disse à agência AFP um dirigente do clube turco.

"O jogo retomará na quarta-feira, no momento em que foi interrompido", disse aquele responsável, acrescentando que "as condições não estavam reunidas" para que terminasse esta terça-feira.

PUB

O incidente ocorreu aos 14 minutos do jogo, quando o quarto árbitro, o romeno Sebastian Costantin Coltescu, deu sinal ao árbitro principal, o seu compatriota Ovidiu Hategan, para expulsar o treinador adjunto do Basaksehir Pierre Webo, tendo este se queixado que o elemento da equipa de arbitragem utilizou a expressão 'negro', recusando-se a sair do campo e questionando: "Where is the 'negro'? (Onde está o 'negro')."

Após vários minutos, o 'staff' da equipa turca e os jogadores, seguidos pelos do PSG, decidiram abandonar o relvado, numa altura em que o jogo estava empatado 0-0.

O próprio presidente do clube turco, Göksel Gümüsdag, revelou que os jogadores só voltariam ao terreno de jogo na quarta-feira se Coltescu não voltasse.

"O quarto árbitro disse 'negro' perante o mundo inteiro. Se o quarto árbitro sair, então voltaremos. Se o quarto árbitro se mantiver no terreno, então o Basaksehir não vai voltar", disse Göksel Gümüsdag.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG