Futebol

Real Madrid goleia Alavés após perder Supertaça e ser eliminado da Taça do Rei

Real Madrid goleia Alavés após perder Supertaça e ser eliminado da Taça do Rei

O Real Madrid goleou (4-1), este sábado, na visita ao Alavés na 20.ª jornada da Liga espanhola, quebrando um ciclo negativo que valeu a perda da Supertaça e uma eliminação escandalosa da Taça do Rei.

Bastou à equipa merengue a primeira parte para resolver o jogo, com três golos sem resposta, o primeiro à passagem do quarto de hora, pelo médio brasileiro Casemiro, ex-F. C. Porto, e os outros dois à beira do intervalo, aos 41, pelo francês Karim Benzema, assistido pelo internacional belga Eden Hazard, autor do terceiro golo, aos 45+1, a passe do alemão Toni Kroos.

Na segunda parte, o Real Madrid geriu a vantagem e o Alavés aproveitou para reduzir, aos 59 minutos, mas Benzema reporia a vantagem à passagem do minuto 70, 'bisando' no marcador, para chegar aos 10 golos na prova.

O Real Madrid vinha de um ciclo negativo de três jogos, nos quais somou um nulo em Pamplona, frente ao Osasuna, e duas derrotas, frente ao Athletic Bilbau, por 2-1, nas meias-finais da Supertaça, e a mais escandalosa, perante o modesto Alcoyano, da II Divisão B, também por 2-1, após prolongamento, que representou a eliminação na Taça do Rei.

Nos outros três jogos, o destaque vai para o hat-trick do ponta de lança marroquino Youssef En Nesyri, no triunfo caseiro do Sevilha, por um concludente 3-0, sobre o Cádiz.

Três golos que catapultaram En Nesyri para a liderança dos melhores marcadores da Liga, com 12 golos, ultrapassando os consagradíssimos Lionel Messi, do Barcelona, e Luís Suárez, do Atlético Madrid, ambos com 11 golos cada, e Gerard Moreno, do Villarreal, com 10.

O avançado marroquino marcou aos 35, 39 e 62 minutos e viu ainda o vídeoárbitro (VAR) retirar-lhe o poker, aos 65, por posição de fora de jogo.

PUB

Outra partida importante da jornada, Real Sociedad e Betis empataram a dois golos em San Sébastian, mas a equipa basca teve o 'pássaro na mão' e deixou-o fugir. Esteve a ganhar por 2-0 até aos 86 minutos e permitiu que a equipa andaluza chegasse ao empate nos derradeiros instantes do jogo.

A Real Sociedad inaugurou o marcador no início da segunda parte, aos 48 minutos, pelo jovem internacional sueco Alexander Isak e aumentou a vantagem aos 57, pelo médio Mikel Oyarzabal, o que deu à equipa a falsa sensação de que o jogo estava resolvido, quando não estava, como os factos demonstraram.

O Betis teve o mérito de acreditar até ao fim e logrou empatar nos últimos minutos, aos 86 e 90+2, com golos de Sérgio Canales, assistido pelo veteraníssimo suplente Joaquín, ele próprio autor do segundo, respetivamente, que valeu um precioso ponto.

O internacional português William Carvalho começou o jogo no banco, mas foi lançado aos 56 minutos, a render o médio marfinense Paul Akouokou.

Finalmente, Huesca e Villarreal não foram além de um 'nulo', resultado que penaliza mais o 'submarino amarelo', que já tinha cedido um empate (2-2) em casa na jornada anterior frente ao Granada, por lutar pelos lugares de topo, enquanto a formação andaluza ocupa o último lugar da classificação.

O lateral esquerdo português Luisinho, ex-Benfica e ex-Deportivo da Corunha, entrou em campo aos 83 minutos, pela equipa do Huesca, a substituir o defesa uruguaio Gaston Silva.

O Atlético Madrid lidera a Liga com 44 pontos (17 jogos), seguido do Real Madrid, com 40 (19), do Sevilha, com 36 (19), do Barcelona, com 34 (20), do Villarreal, com 34 (20) e da Real Sociedad, com 31 (20).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG