Futebol

Rúben Amorim substitui Sá Pinto como treinador do Sporting de Braga

Rúben Amorim substitui Sá Pinto como treinador do Sporting de Braga

Rúben Amorim é o novo treinador do Sporting de Braga, tendo assinado contrato por dois anos e meio, revelou à agência Lusa fonte oficial do clube minhoto, oitavo classificado da I Liga de futebol.

O técnico, que orientava a equipa B do Sporting de Braga, substitui Ricardo Sá Pinto, afastado do cargo de treinador dos arsenalistas, esta segunda-feira, em conjunto com os adjuntos Rui Mota e Guilherme Gomes.

Rúben Amorim, de 34 anos, antigo jogador internacional português e que representou, entre outros clubes, Benfica e Sporting de Braga, assume pela primeira vez o comando técnico de uma equipa da I Liga, tornando-se o 18.º treinador de António Salvador enquanto presidente dos bracarenses.

O líder arsenalista dispensou Ricardo Sá Pinto menos de 24 horas depois da vitória, fora, do sobre o Paços de Ferreira, por 4-1, que carimbou a passagem à final four da Taça da Liga, que vai disputar-se em Braga, de 22 a 25 de janeiro do próximo ano.

Sá Pinto esteve menos de seis meses no cargo, depois de ter sido apresentado em 4 de julho, poucos dias após a saída de Abel Ferreira para os gregos do PAOK.

PUB

Rúben Amorim, que treinava a equipa B do Sporting de Braga no Campeonato de Portugal, o equivalente ao terceiro escalão do futebol nacional, desde meados de setembro, tem ainda uma curta carreira como treinador.

O antigo médio internacional português, que jogou no Sporting de Braga durante duas épocas (2011/12 e 2012/13), teve uma experiência breve no Casa Pia, em 2018/19.

Presidente da SAD do Sporting de Braga desde fevereiro de 2003, António Salvador já trabalhou com quase duas dezenas de treinadores, o primeiro dos quais o espanhol Fernando Castro Santos que, contudo, foi rapidamente substituído por Jesualdo Ferreira, o mais recente treinador dos brasileiros do Santos, verdadeiramente, a primeira escolha do dirigente.

Depois vieram Carlos Carvalhal, Rogério Gonçalves, Jorge Costa, António Caldas (interino), Manuel Machado, Jorge Jesus, Domingos Paciência, Leonardo Jardim, José Peseiro, novamente Jesualdo Ferreira, Jorge Paixão, Sérgio Conceição, Paulo Fonseca, de novo José Peseiro, Jorge Simão, Abel Ferreira, Ricardo Sá Pinto e, agora, Rúben Amorim.

Com 14 jornadas cumpridas na I Liga, Ricardo Sá Pinto deixa a equipa no oitavo lugar, com 18 pontos, e apurada para os 16 avos de final da Liga Europa, com um percurso sem derrotas, em que bateu um recorde das equipas portugueses (vai em 13 jogos europeus consecutivos sem perder, 10 deles esta temporada).

Na Taça de Portugal, os minhotos foram eliminados nos oitavos de final pelo Benfica, no Estádio da Luz, com uma derrota por 2-1, e, na Taça da Liga, qualificaram-se para a "final four", com F.C. Porto, Sporting e Vitória de Guimarães, que vai disputar-se no seu estádio, no final de janeiro de 2020.

O plantel do Sporting de Braga vai regressar aos trabalhos, após a pausa natalícia, em 27 de dezembro, sexta-feira, já sob o comando de Rúben Amorim, que assinou um contrato por dois anos e meio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG