Desporto

União de Leiria perdeu "apenas" por 4-0 com o Feirense

União de Leiria perdeu "apenas" por 4-0 com o Feirense

A União de Leiria, desfalcada de 14 futebolistas que rescindiram os contratos, resistiu este domingo como pôde, com oito jogadores desde início, e "só" foi goleada por 4-0 na receção ao Feirense, na 28.ª jornada da Liga de futebol.

A formação leiriense, que arriscava a falta de comparência e a consequente descida de divisão direta, conseguiu reunir oito atletas e ir a jogo, mas não evitou a derrota pesada e está quase despromovida.

Sem nada a ver com o caso, o Feirense aproveitou para somar três pontos e abandonar os lugares de descida, somando agora 24 pontos, contra 23 da Académica (desloca-se segunda-feira a Alvalade, para defrontar o Sporting) e 19 da União de Leiria.

A maior parte da história do encontro entre a União de Leiria e Feirense foi sendo escrita à margem do que se passou dentro do relvado.

Mas, lá dentro, revelaram-se oito jogadores da União de Leiria - entre emprestados pelo Benfica, dois juniores e dois atletas que voltaram atrás no pedido de rescisão coletivo -, que uniram todos os esforços para resistir à inferioridade numérica.

Com um sistema tão elástico quanto possível, que visava sobretudo defender a baliza de Oblak, a União de Leiria resistiu 45 minutos, sofrendo o primeiro golo já nos descontos da primeira parte.

Até aí, o Feirense desperdiçou várias oportunidades, fazendo Oblak brilhar em várias intervenções de mérito.

Parecendo algo perturbado pela situação da União de Leiria, o conjunto orientado por Henrique Nunes tomou conta do jogo, mas nunca acelerou, levando quase ao desespero o técnico do Feirense.

A partir dos 20 minutos, a equipa de Santa Maria da Feira instalou-se definitivamente junto à área da União de Leiria, que fez o primeiro e único remate à baliza de Paulo Santos aos 40 minutos, num livre de Shaffer.

A resistência leiriense foi quebrada a instantes do intervalo, num cruzamento da direita, que Miguel Pedro, de cabeça, desviou para a baliza.

Na segunda parte, a quebra física dos atletas da casa foi notória e o Feirense aproveitou para alargar a vantagem, com golos de Pedro Queirós, Miguel Pedro e Buval, este mesmo sobre o final do encontro.

O resultado final podia ter sido ainda mais volumoso, mas o Feirense preferiu não abusar das fragilidades do adversário, saindo da Marinha Grande com a vitória por 4-0, que lhe confere mais esperanças de manutenção.

No final da partida, o público de Leiria aplaudiu efusivamente a equipa local, tendo provocado até uma mini-invasão de campo, resolvida sem problemas pelas forças policiais.

Outros Artigos Recomendados