Sporting

Varandas arrecada mais 4,15 milhões com a venda de Rui Patrício

Varandas arrecada mais 4,15 milhões com a venda de Rui Patrício

Foi oficializada ontem a transferência de Rui Patrício do Sporting para o Wolverhampton, por 18 milhões de euros, de acordo com o comunicado divulgado no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), e o JN apurou que as negociações lideradas pelo presidente dos leões, Frederico Varandas, permitiram um encaixe de mais 4,15 milhões do que estava previsto no negócio inicial.

Vamos por partes. Frederico Varandas até já havia anunciado, mas o JN confirmou, que o Sporting terá um encaixe líquido de 14 milhões de euros com a saída de Rui Patrício para o Wolverhampton. O guarda-redes, recorde-se, tinha rescindido contrato, após abortarem as negociações com o clube inglês, na altura lideradas por Bruno de Carvalho, mas mesmo assim o novo presidente dos leões conseguiu aumentar a parada, muito graças às boas relações com a Gestifute de Jorge Mendes.

Os moldes que estavam a ser discutidos pelo anterior responsável máximo da SAD resultavam num encaixe bem inferior: 9,85 milhões líquidos - menos 4,15 milhões que o que a sociedade vai receber. A diferença explica-se na comissão que Jorge Mendes já não vai receber (17,5%, respeitantes a 3,15 milhões) e que Rui Patrício também abdicou (um milhão). Já os quatro milhões referentes à renovação de contrato de Adrien Silva, médio do Leicester City, mantiveram-se e alargaram-se a uma dívida também referente ao guardião, conforme consta no outro comunicado enviado à CMVM.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG