Energia

Despesa média com eletricidade subiu 220 euros em 10 anos

Despesa média com eletricidade subiu 220 euros em 10 anos

Gasto médio anual com eletricidade foi de 751 euros por habitação em 2020, face aos 523 euros em 2010.

A eletricidade continua a ser a principal fonte de energia consumida nos alojamentos, revela o boletim do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre o consumo de energia no setor doméstico. E, entre 2010 e 2020, a despesa média anual com esta fonte de energia passou dos 523 euros, em 2010, para os 751 euros no ano passado, ou seja subiu mais de 220 euros.

Mas vamos por partes. O consumo total de energia no setor doméstico foi de 5 098 ktep (quilotoneladas equivalentes de petróleo) em 2020, indica o INE. Sendo que, e olhando apenas para o consumo de energia nos veículos utilizados no transporte individual dos residentes no alojamento, este representou 43,8% do total, ligeiramente abaixo dos 50,6% registados em 2010.

Os dados do gabinete de estatística mostram ainda que o consumo global de energia por alojamento foi de 1,194 tep, incluindo o consumo nos transportes. A despesa global com energia por alojamento foi de 1900 euros, incluindo a despesa com combustíveis dos transportes (1843 euros em 2010).

"A eletricidade continuou a ser a principal fonte de energia consumida no alojamento (43,1%; 42,6% em 2010). A despesa com eletricidade representou mais de metade (69,9%; 62,2% em 2010) do total despendido com energia no alojamento, correspondendo a uma despesa média anual de 751 euros por alojamento (523 euros em 2010)", pode ler-se no documento do gabinete de estatística.

A biomassa continuou a ser a segunda principal fonte de energia nos alojamentos tendo o seu consumo aumentado entre 2010 e 2020. "O consumo de gás natural ganhou importância em 2020 (peso de 11,5%; 9,0% em 2010)", diz o INE, acrescentando que "o gasóleo de aquecimento apresentou uma despesa média de 437 euros/ano (765 euros em 2010), a mais elevada a seguir à eletricidade, tendo-se, contudo, reduzido o seu consumo em cerca de 58%".

O uso de energia na cozinha foi o que continuou a ter o maior peso, comparando com os outros tipos de utilização no alojamento, sendo que a eletricidade é a principal fonte de energia para esta finalidade.

PUB

"Observou-se uma transição para as lâmpadas de baixo consumo, que em 2020 foram utilizadas em 80% dos alojamentos (3,2% em 2010)", refere ainda o gabinete de estatística.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG