Exclusivo

Formações tiram 100 mil pessoas do desemprego oficial

Formações tiram 100 mil pessoas do desemprego oficial

Crescimento do desemprego é maior nas regiões de Lisboa e Algarve. Até novembro, há quase mais 100 mil desempregados inscritos no IEFP. Formações ajudam a camuflar este número.

O desemprego criado pela crise da pandemia não atingiu o território nacional de maneira uniforme. As regiões do Algarve e Lisboa e Vale do Tejo foram as que contabilizaram uma subida maior do número de pessoas inscritas no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), sendo que em 34 concelhos o desemprego subiu mais de 50%. A nível nacional, a quebra de 2,9% no desemprego nos últimos dois meses (menos cerca de 12 mil pessoas) é explicada pela subida das formações e programas ocupacionais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG