Premium

Nos e Efacec são as mais expostas a Isabel dos Santos

Nos e Efacec são as mais expostas a Isabel dos Santos

Empresária também detém importantes participações na Galp e Banco Bic, que podem vir a sofrer alterações.

O arresto das participações de Isabel dos Santos em nove empresas angolanas poderá vir a ter consequências em Portugal. A empresária tem uma posição de peso no capital de quatro empresas nacionais. E nas empresas arrestadas existe exposição direta a companhias portuguesas.

A Nos é uma das principais visadas. A influência de Isabel dos Santos na operadora faz-se através da ZOPT, na qual é detentora de metade do capital. O restante pertence à Sonae. A ZOPT, por sua vez, é dona de 52% da Nos. As ações de Isabel dos Santos na ZOPT não foram arrestadas, mas a ação do Tribunal angolano pode, ainda assim, vir a ter impacto na operadora portuguesa. A Nos controla 30% da ZAP, uma plataforma de televisão angolana. O restante capital da ZAP pertence a Isabel dos Santos e faz parte do património arrestado à empresária.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG