O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Passageiros sem teste valem 200 multas a companhias aéreas

Passageiros sem teste valem 200 multas a companhias aéreas

A Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) instaurou 200 processos de contraordenação a companhias aéreas que embarcaram passageiros sem teste negativo à covid-19.

Desde que a obrigatoriedade foi legislada, há cerca de cinco meses, para todos os passageiros oriundos de países fora da UE, foram feitos 9628 testes no Aeroporto de Lisboa, segundo a ANA - Aeroportos de Portugal. Só estão autorizadas as viagens essenciais de nacionais ou pessoas com autorização de residência na UE e, agora, só os provenientes de países africanos de língua oficial portuguesa podem embarcar sem teste e sem dar multa às companhias aéreas.

A 21 de dezembro passado, uma nova variante de covid-19 levou os países europeus a fechar chegadas do Reino Unido, que entrou na lista de países perigosos. Os passageiros que já tinham bilhete de avião para vir passar o Natal a Portugal viram-se recusados a embarcar porque não tinham testes à covid-19. Instalada a confusão, o Governo decretou uma exceção às multas das companhias aéreas até à meia-noite da véspera de Natal. As companhias colocaram ao serviço aviões maiores, para escoar o maior número de passageiros ao abrigo da exceção. É que, além da multa, são obrigadas a fazer o repatriamento dos passageiros que não tenham direito a fazer teste cá.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG