Premium

Portugal perdeu 1,6 mil milhões com adiamento dos festivais de verão

Portugal perdeu 1,6 mil milhões com adiamento dos festivais de verão

O cancelamento da maioria dos festivais de música este ano vai ter um impacto superior a 1,6 mil milhões de euros na economia portuguesa. Para se ter noção do valor, equivale a um ano de exportações de todo o setor do calçado.

Para esse montante contribui uma quebra de 80% no volume de negócios de todas as empresas que operam indiretamente no setor. Significa que os dois mil milhões de euros gerados pelos quase 300 festivais de 2019 nunca serão, em 2020, superiores a 400 milhões.

Segundo o relatório anual da Associação Portuguesa de Festivais de Música (APORFEST), realizaram-se 287 festivais no ano passado, e a música representou pelo menos dois terços dessa programação. Esses eventos geraram uma injeção de cerca de dois mil milhões de euros brutos na economia, muito à custa do dinheiro gasto pelos festivaleiros em transportes, sobretudo de carro, mas também de avião.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG