Premium

Reembolsos do IRS com um mês de atraso face a 2019

Reembolsos do IRS com um mês de atraso face a 2019

Fisco já processou mais de 1,2 milhões de devoluções de imposto. Provedoria de Justiça tem feito pressão.

O ritmo dos reembolsos do IRS está a ser mais lento do que em 2019. Esse atraso por parte da Autoridade Tributária (AT) é de cerca de um mês. A Direção-Geral do Orçamento (DGO) já tinha reconhecido que o aumento da receita fiscal do IRS em abril decorria precisamente do protelamento da devolução de imposto que foi retido em excesso aos contribuintes no ano passado.

A pedido do JN, o Ministério das Finanças enviou dados que referem 1 200 717 de reembolsos já efetuados até 1 de junho (média de 850 euros por contribuinte). Até dia 27 de maio, o processamento tinha atingido a cifra de 1 051 606 reembolsos. As Finanças não têm mostrado dados comparativos face ao mesmo período de 2019, o que dificulta a medição do ritmo de devolução do imposto aos contribuintes.

Outras Notícias