Videojogos

Sony compra estúdio Bungie, criador de "Destiny" e "Halo"

Sony compra estúdio Bungie, criador de "Destiny" e "Halo"

A multinacional japonesa Sony anunciou a aquisição do estúdio de videojogos norte-americano Bungie, criador de "Destiny" e "Halo", para o incorporar no seu coletivo de criadores do PlayStation Studios.

O acordo, avaliado em 3,6 mil milhões de dólares (cerca de 3,2 mil milhões de euros) e pendente de aprovação dos reguladores, tem como objetivo impulsionar a visão da Sony para jogos multi-jogador online, afirmaram as empresas numa declaração conjunta.

"O Bungie continuará a operar independentemente, mantendo a capacidade de se auto-publicar e chegar aos jogadores onde quer que estes escolham jogar", disse o grupo numa mensagem aparentemente tranquilizadora após a compra da Activision Blizzard pela Microsoft, concorrente da Xbox, o que suscitou preocupações sobre a potencial exclusividade das principais franquias.

PUB

Bungie será uma subsidiária independente da Sony e permanecerá sob a direção da sua atual gestão, liderada pelo seu presidente e CEO, Pete Parsons, afirmou no texto.

A Sony fez várias aquisições nos últimos anos, aumentando o número de participantes no seu programa PlayStation Studios.

A mais recente foi a aquisição em junho passado do estúdio indie Housemarque, fabricante do best-seller "Returnal".

"Temos tido uma forte parceria com a Bungie desde a conceção da franquia Destiny e não podia estar mais entusiasmado por receber oficialmente o estúdio na família PlayStation", disse o presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment (SIE), Jim Ryan.

"Este é um passo importante na nossa estratégia para expandir o alcance da PlayStation a um público ainda mais vasto", acrescentou.

A aquisição foi bem recebida pelos investidores na bolsa de valores de Tóquio, com as ações do grupo japonês a subirem quase 2% após a primeira hora de negociação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG