O Jogo ao Vivo

Tribunal

Medidas de coação de Berardo e advogado conhecidas na sexta-feira

Medidas de coação de Berardo e advogado conhecidas na sexta-feira

As medidas de coação aplicadas a Joe Berardo e ao advogado, detidos na terça-feira, serão conhecidas na sexta-feira.

André Luiz Gomes, o advogado de longa data de Joe Berardo que na terça-feira foi detido a par do empresário, foi interrogado esta quinta-feira durante mais de sete horas pelo juiz Carlos Alexandre, no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa. O advogado terminou de falar às 18 horas, informou o Conselho Superior da Magistratura, a pedido de Carlos Alexandre. O interrogatório de Berardo começou às 18.30 horas e terminou pouco depois - o colecionador de arte não falou. As diligências decorreram à porta fechada e as medidas de coação deverão ser conhecidas na sexta-feira de manhã.

Joe Berardo e André Luiz Gomes estão indiciados por burla, fraude fiscal, branqueamento, abuso de confiança, falsificação, falsidade informática e descaminho ou destruição de objetos colocados sob o poder público.

Tal como o JN já noticiou, o Ministério Público (MP) está a investigar o empréstimo pela Caixa Geral de Depósitos, entre 2006 e 2009 e sem garantias válidas, de centenas de milhões de euros a Joe Berardo. O empresário madeirense, de 76 anos, é ainda suspeito de ter ocultado e dispersado o património para evitar o pagamento das dívidas. O advogado terá, acredita o MP, ajudado na alegada burla ao banco público.

Este é o segundo dia em que Joe Berardo e André Luiz Gomes se encontram em tribunal, depois de, na quarta-feira, terem sido apenas identificados pelo juiz. Os arguidos estão detidos, desde terça-feira, no estabelecimento prisional anexo à sede da Polícia Judiciária, em Lisboa. As medidas de coação podem não ser conhecidas esta quinta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG