Violência

Agente da Polícia Municipal agredida à porta do Hospital de Braga

Agente da Polícia Municipal agredida à porta do Hospital de Braga

Uma agente da Polícia Municipal de Braga foi agredida esta terça-feira de manhã, à porta do Hospital Central de Braga.

A agressão foi perpetrada por uma mulher, feirante de profissão, integrando um grupo, que insistia em não retirar o automóvel da rotunda de acesso às visitas, no Hospital Central de Braga. A agente foi assistida no Serviço de Urgência daquele hospital e a PSP chamada ao local.

Segundo Olga Pereira, vereadora municipal que tutela a Polícia Municipal de Braga, "a agente da Polícia Municipal foi prontamente socorrida no local e assistida no Hospital de Braga, onde se encontrava no pleno exercício das suas funções profissionais". A vereadora condenou ainda a agressão à agente e salientou que a polícia está a acompanhar "toda a situação" e que a irá apoiar no "processo judicial que irá a decorrer".

Segundo o diretor de comunicação do município, Ricardo Gomes, a agente foi já "submetida a perícias", no Gabinete Médico-Legal e Forense do Cávado, em Braga.

O local das agressões, a entrada principal do Hospital Central de Braga, é frequente palco de conflitos por causa dos estacionamentos ilegais que impedem a circulação de autocarros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG