Almada

Agrediu companheiro de casa a soco e militares da GNR a pontapé

Agrediu companheiro de casa a soco e militares da GNR a pontapé

Um homem de 24 anos agrediu a pontapé dois militares da GNR de Almada, dos quais uma mulher atingida no peito, quando era detido por sovar a murro com violência o companheiro de casa com 53 anos.

O caso ocorreu na Rua António Rego, na Charneca, no início desta semana e já era a terceira vez que a GNR era chamada ao local por agressões.

Desta vez, às 14.45 horas, os dois militares foram chamados ao local onde o homem tinha atingido incessantemente a vítima na face a murro. Os militares procederam à sua detenção, enquanto este dirigia várias ameaças de morte à vítima e partia os pertences desta, que tinha dentro de casa.

PUB

O suspeito direcionou depois a sua agressividade para os militares da GNR e quando lhe foi dada voz de detenção, partiu para a violência. Desferiu um pontapé no peito a uma militar da GNR e um pontapé na região do abdómen ao outro elemento da patrulha.

Solicitados reforços, o homem de 24 anos foi algemado e transportado para o Posto da GNR, tendo durante o percurso insultado e ameaçado de morte os agentes. Foi detido por ofensa à integridade física simples contra o seu companheiro de casa e ameaça agravada, resistência e coação sobre funcionário e injúria agravada, estes contra os militares da Guarda.

O suspeito foi presente a interrogatório judicial e foi libertado pelo Tribunal de Almada, com a obrigação de apresentações periódicas ao posto da sua residência. Também nas duas vezes anteriores que a Guarda acorreu ao local, o suspeito tinha sido detido e libertado. Nenhuma das situações chegou ainda a julgamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG