Lisboa

Ameaçou agente da PSP com catana e levou tiro numa perna

Ameaçou agente da PSP com catana e levou tiro numa perna

Um homem, de 39 anos, foi atingido a tiro numa perna por um agente da PSP, na madrugada desta sexta-feira, na freguesia da Misericórdia, em Lisboa. De acordo com a Policia, o indivíduo tinha duas catanas e avançou para os agentes com uma delas levantada.

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, o incidente ocorreu cerca 0.50 horas desta madrugada, na Travessa de São José. Dez minutos antes a Polícia fora chamada para uma ocorrência envolvendo um homem, que havia sido mordido por um cão.

"Chegados ao local, os polícias deparam-se, no interior do espaço comum do prédio, com um cidadão que portava duas armas brancas de grandes dimensões, vulgo catanas, portando uma delas à cintura e empunhando a outra", afirma, em comunicado, a PSP.

PUB

O indivíduo, de acordo com a Polícia, "apresentou um comportamento agressivo e não colaborante e, apesar das reiteradas ordens e advertência para que largasse as armas, avançou na direção dos polícias, com a catana levantada".

Face à gravidade da ameaça "um dos polícias recorreu a arma de fogo contra o suspeito agressor, de forma menos letal, atingindo-o numa das pernas.

"De imediato os polícias prestaram os primeiros socorros ao cidadão e acionaram o socorro médico. O detido foi transportado a unidade hospitalar, onde permanece, livre de perigo e sobre custódia policial, para futura apresentação a Autoridade Judiciária", sublinha a PSP.

A Policia destaca que, apesar de neste momento não serem conhecidos indícios de infração disciplinar, "foi instaurado um processo de inquérito para melhor conhecer os factos e as circunstâncias do ocorrido".

"A PSP apela a todos os cidadãos para que cumpram as ordens legais e legítimas dos polícias de forma a evitar que tenham que usar a força pública, o que não hesitarão em fazer, de forma adequada, proporcional e legal", conclui o comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG