Fiscalização

ASAE desmantela restaurante e detém suspeito de abate ilegal de faisões em Beja

ASAE desmantela restaurante e detém suspeito de abate ilegal de faisões em Beja

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) desmantelou um restaurante no distrito de Beja onde eram ilegalmente abatidos faisões, depois confecionados e servidos para consumo público. O proprietário foi detido.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a ASAE refere que procedeu ao desmantelamento de um restaurante, no distrito de Beja, "onde se procedia, de forma ilícita, camuflada e sem condições técnico-funcionais, ao abate e a todo o tratamento para o consumo público" de faisões.

Segundo a ASAE, na sequência de uma intervenção no local, "verificou-se a falta de licenciamento e de condições de higiene adequadas para abate de animais" no restaurante.

PUB

Também se verificou "o desrespeito pelo bem-estar animal" e apurou-se que os faisões "não eram sujeitos à inspeção sanitária obrigatória para despiste de doenças", antes de serem abatidos, confecionados e servidos para consumo público.

Fonte da ASAE não revelou em que localidade do distrito de Beja funcionava o restaurante.

Segundo a fonte, a ASAE deteve o responsável pela exploração do restaurante, instaurou-lhe um processo-crime pela prática de crime contra a saúde pública de abate clandestino e apreendeu 12 faisões, com um peso total de 37 quilos e avaliados em 400 euros.

A ação decorreu na sequência de uma operação de fiscalização efetuada pela Unidade Operacional XI - Évora da Unidade Regional do Sul da ASAE, no âmbito do combate a ilícitos criminais contra a saúde pública.

No comunicado, a ASAE frisa que "manterá particular atenção ao fenómeno, procurando reprimir práticas suscetíveis de colocar em causa a saúde dos consumidores".

Também "continuará a desenvolver ações de fiscalização em prol da sã e leal concorrência entre operadores económicos, bem como da defesa e da segurança dos consumidores".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG