Exclusivo

Assalto que ditou morte de "Conde" fica sem culpados

Assalto que ditou morte de "Conde" fica sem culpados

O homicídio de Fernando Ferreira, empresário de 63 anos conhecido como "Conde", terá ocorrido devido a um roubo cuja investigação foi arquivada há um mês.

António Silva ("Toni do Penha") viu a casa ser assaltada um mês antes do homicídio e ficou sem 135 mil euros que tinha num cofre. A investigação acredita que "Toni" suspeitava de "Conde" e, quando marcou um encontro para o questionar sobre o dinheiro, matou-o.

O furto na residência, ocorrido em meados de dezembro de 2019, um mês antes do homicídio, foi investigado pela GNR das Taipas após queixa de "Toni". Na participação, o queixoso explicou que saiu de casa às 21 horas para jantar fora e, quando regressou, pela meia-noite, tinha as portas de casa e do cofre arrombadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG