Moita

Atacou agente da PSP e filha por causa de cão sem açaimo 

Atacou agente da PSP e filha por causa de cão sem açaimo 

Um homem de 52 anos agrediu um agente da PSP com um cabo de metal e a sua filha na sequência de uma discussão por causa do cão desta, que circulava sem açaimo. O caso deu-se na Moita esta quinta-feira e o agressor foi detido pelo agente que sofreu ferimentos ligeiros.

O agressor, violento e já condenado por outros crimes, dirigiu-se à ofendida, que andava a passear o cão, iniciando uma discussão, alegando que a jovem não podia andar com o cão solto, sem açaimo. De seguida, foi buscar um cabo de vassoura em madeira e desferiu-lhe uma pancada no braço direito.

O pai da ofendida, um agente da PSP que a acompanhava no passeio, tentou defender a filha, mas foi agredido. O agressor voltou a tentar desferir uma pancada com o cabo de madeira na ofendida, acabando por atingir o agente da PSP no antebraço esquerdo.

O arguido foi ainda buscar um cabo em metal, desferindo uma pancada com o mesmo nas costas do ofendido e ameaçando-o de morte. De imediato, foi detido.

O arguido tem antecedentes criminais, tendo já sido condenado pela prática de crime de ameaça, de ofensa à integridade física e de violência doméstica, e outros crimes, tendo chegado, inclusive, a cumprir pena de prisão efetiva.

Foi presente a tribunal e libertado com a condição de se apresentar na esquadra da Moita. Está agora indiciado por crimes de ofensa à integridade física, um qualificado e um crime de ameaça agravada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG