Loulé

Autópsia revela que alcoólico afinal morreu asfixiado por amigo

Autópsia revela que alcoólico afinal morreu asfixiado por amigo

Um homem de 47 anos foi detido por suspeita de homicídio qualificado em Loulé. Inicialmente, a causa da morte da vítima tinha sido atribuída a causas naturais.

O homem de 61 anos tinha um vasto historial de abuso crónico de bebidas alcoólicas. Quando foi encontrado o seu cadáver, a 28 de outubro, tudo apontava para que tivesse morrido de causas naturais associadas aos excessos etílicos. Porém, após a realização dos competentes exames tanatológicos, apurou-se que se tratava de um homicídio.

A diretoria do Sul da Polícia Judiciária foi convocada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Loulé e de imediato foi desencadeada uma investigação. As diligências realizadas permitiram recolher elementos probatórios relevantes que culminaram na detenção de um suspeito, de 47 anos.

"Encontrando-se ainda por determinar as reais motivações do crime, recai sobre o ora detido a suspeita de, em contexto seguido ao consumo excessivo e descontrolado de álcool da parte dos dois indivíduos, ter provocado a morte da vítima por meio de asfixia", avança a Polícia Judiciária em comunicado.

O suspeito de homicídio qualificado foi detido na quarta-feira e no dia seguinte foi apresentado a interrogatório judicial. Não são ainda conhecidas as medidas de coação aplicadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG