Exclusivo

Banca de droga no Viso faturou um milhão de euros num mês

Banca de droga no Viso faturou um milhão de euros num mês

O Ministério Público (MP) de Gondomar acusou 48 pessoas de tráfico de estupefacientes. Vários dos arguidos estão também acusados de outros crimes, incluindo de associação criminosa.

Segundo a acusação, pertenciam a células criminosas que atuavam de modo cooperativo no Grande Porto. Um dos pontos de venda, no Bairro do Viso, faturou quase um milhão de euros em apenas um mês.

A investigação da PSP e o MP apontam nove líderes, quatro dos quais mulheres. Eram eles quem tratava dos aspetos principais do negócio, como o recrutamento, os preços e os métodos de venda. E não tinham qualquer problema em colaborar entre si. Quando havia escassez de estupefacientes, aqueles que tinham "stock" cediam-no - muitas vezes à consignação - para que os outros não perdessem a carteira de clientes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG