PGR

Bebé encontrado no lixo em Lisboa vai para uma instituição

Bebé encontrado no lixo em Lisboa vai para uma instituição

A criança que, na passada terça-feira, foi encontrada no lixo, em Lisboa, vai para uma instituição logo após ter alta médica.

"Na sequência de requerimento do Ministério Público, o juiz decidiu aplicar ao bebé a medida cautelar de acolhimento residencial, a designar logo que este tenha alta clínica", confirmou a Procuradoria-Geral da República ao JN.

O recém-nascido foi encontrado por um sem-abrigo, ainda com vestígios do cordão umbilical, explicou na altura fonte da PSP, acrescentando que o bebé foi depois transportado ao Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, a inspirar alguns cuidados.

"O processo de promoção e proteção encontra-se em curso e no contexto do mesmo será delineado o projeto de promoção dos direitos e de proteção da criança", adianta a PGR.

Na quinta-feira, o responsável pela unidade de cuidados intensivos neonatais do Hospital Dona Estefânia disse que o recém-nascido "é um bebé saudável", pelo que, em termos clínicos, poderia ter alta nas próximas 48 horas. Daniel Virella já tinha adiantado que a alta do bebé dependia da decisão da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

No Hospital Dona Estefânia, foram feitas "as análises, os exames complementares, que são habituais numa situação dessas, e o resto foi, basicamente, cuidados de prevenção".