Exclusivo

Burlão ligava da cadeia fazendo-se passar por membro da PJ

Burlão ligava da cadeia fazendo-se passar por membro da PJ

Relação de Évora condena a nova pena preso que se fez passar por polícia e levou empresário de Santarém a pagar para não ser punido por fuga ao fisco.

Um homem de 34 anos fez-se passar por inspetor da Polícia Judiciária (PJ) e convenceu o dono de uma pensão de Santarém a pagar-lhe 750 euros pelo arquivamento de um processo. Era tudo mentira e o burlão até estava preso. Dois meses antes, a vítima já fora enganada por um falso funcionário das Finanças, que lhe extorquira 2945 euros. O falso PJ foi agora condenado a mais quatro anos de cadeia.

O primeiro contacto deu-se a 31 de agosto de 2015. O dono da pensão recebeu uma chamada de um suposto funcionário das Finanças, que lhe explicou que alguns hóspedes se tinham queixado de que ele não tinha passado fatura. Ia avançar com um processo fiscal, a não ser que ele pagasse 1895 euros. O empresário acedeu e fez quatro transferências naquele montante. E, dias depois, o homem voltou a ligar. Queria mais dinheiro. Entre 7 e 11 de setembro, o dono da pensão fez mais três depósitos, no total de 1050 euros. O assunto parecia arrumado, mas foi por pouco tempo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG