Exclusivo

Cadastrado fez dezenas de furtos após prisão domiciliária

Cadastrado fez dezenas de furtos após prisão domiciliária

Assaltou carrinhas de mercadorias estacionadas na via pública. Detido pela segunda vez em meio ano, homem sem profissão ficou, agora, em prisão preventiva.

Sem profissão conhecida e com um vasto cadastro, um homem, de 35 anos e residente em Matosinhos, foi detido no último verão por ser suspeito de integrar um dos grupos que furtou lojas que vendiam artigos da Cavalinho. Foi, então, posto em prisão domiciliária, mas há cerca de dois meses foi restituído à liberdade. Voltou aos furtos, sobretudo de carrinhas de mercadorias estacionadas na via pública, e foi novamente detido. Desta vez, o juiz enviou-o para prisão preventiva.

O indivíduo é um velho conhecido das autoridades policiais e já conta com condenações por furto, posse de arma proibida e até por agressão. Nada, no entanto, que o afastasse da vida criminosa que o levaria novamente a ser detido, no verão do ano passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG