O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Condenado por 15 crimes contra a GNR fica com pena suspensa

Condenado por 15 crimes contra a GNR fica com pena suspensa

Associação de Profissionais da Guarda fala em "sentimento de impunidade".

O Tribunal de Cabeceiras de Basto condenou a dois anos e dois meses de prisão, com pena suspensa, um condutor julgado por 15 crimes contra a GNR, perpetrados na madrugada de 19 de dezembro passado, depois de se ter recusado a fazer o teste de alcoolemia.

O caso foi noticiado na altura pelo JN. Após recusar fazer o teste, o condutor, residente no concelho, deu um soco no militar, tendo sido detido por desobediência e agressão. Quando era levado para o carro-patrulha, alegadamente embriagado, pontapeou a porta e provocou danos dentro da viatura. Já no posto de Cabeceiras, terá ameaçado de morte os militares e à saída, depois de identificado e notificado para comparecer em tribunal, arrombou a porta a pontapé. A GNR deteve-o de novo por danos e levou-o para uma cela, onde terá destruído parte do interior e a porta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG