Exclusivo

Condenado por pôr jovem em coma tentou matar amigo à facada

Condenado por pôr jovem em coma tentou matar amigo à facada

Juízes decidiram dar uma segunda oportunidade a Rafael Silva, depois de este ter colocado em coma, com um pontapé, um aluno da Escola Profissional e Artística Árvore. Mas, menos de três anos depois, agressor partiu perna a uma amiga e esfaqueou várias vezes um homem no Jardim da Cordoaria, no Porto.

Um rapaz, de 20 anos, foi detido por tentar matar à facada, no Porto, um homem, cinco anos mais velho. Antes desta tentativa de homicídio, Rafael Silva partiu a perna a uma rapariga, também com 20 anos, que era sua amiga e da vítima. Detido na terça-feira pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto, o suspeito já tinha sido condenado a uma pena de prisão suspensa de quatro anos e oito meses por, quando tinha 18 anos, ter dado um pontapé num estudante da Escola Profissional e Artística Árvore. Na sequência dessa agressão, Diogo Sousa, então com 15 anos, esteve 30 dias em coma e foi operado várias vezes ao cérebro.

Segundo a PJ, tudo começou em 28 de maio deste ano. Pelas 19.30 horas desse dia, no Jardim da Cordoaria, no centro da cidade Invicta, o jovem foi acusado por uma amiga de ter furtado objetos a um amigo comum e reagiu violentamente, pontapeando a rapariga até lhe ter partido a perna.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG