GNR

Construtor civil encontrado morto nas Caldas da Rainha. PJ investiga

Construtor civil encontrado morto nas Caldas da Rainha. PJ investiga

O construtor civil, de 43 anos, que estava desaparecido desde sexta-feira foi encontrado sem vida, na manhã deste domingo, junto à Lagoa de Óbidos, no concelho de Caldas da Rainha. A Polícia Judiciária foi chamada ao local.

O corpo de Luís Alberto, construtor civil, foi encontrado esta manhã, por volta das 10 horas, pendurado numa árvore, junto à Lagoa de Óbidos, na zona do Nadadouro, em Caldas da Rainha, apurou o JN junto de uma fonte da GNR.

"Há alguns factos que não batem certo ou não são claros para apontar para a tese de suicídio", informa a mesma fonte, pelo que uma equipa da Polícia Judiciária de Leiria se encontra no local a investigar.

A possibilidade de se tratar de um homicídio é justificada com o facto de o corpo ter sido encontrado por uma pessoa que ia a passar a "alguns quilómetros" da área das buscas, definido com base no trajeto que fazia quando ia correr, na Foz do Arelho. A mesma fonte estranha que o construtor civil tenha sido visto a correr nesse percurso, mas não junto a casas e variantes por onde costumava passar, e que o cão, que o acompanhava na corrida de longo curso, tenha sido encontrado noutro local, por volta das 4 horas de sábado.

Em cima da mesa está, assim, a possibilidade de Luís Alberto ter sido levado de carro para a zona onde apareceu enforcado, e o cão ter ficado para trás. A hipótese de ter ocorrido um acidente foi descartada pela GNR. "Há uma amálgama de situações pessoais ou profissionais têm de ser explicadas", observa a fonte ouvida pelo JN.

Na sexta-feira, cerca das 18 horas, o homem, natural da freguesia de Nadadouro, terá saído de casa para ir dar uma corrida, mas não regressou à habitação. E, já no sábado, quando populares e GNR procederam a buscas para encontrar o seu paradeiro, o seu cão - que o acompanhava na corrida - acabou por ser encontrado, sozinho, na Foz do Arelho.

Depois de terem sido interrompidas durante a noite, as buscas tinham sido retomadas este domingo de manhã, contando com militares da GNR e com bombeiros.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG