GNR

Dois caçadores detidos por ato venatório ilegal em Mirandela

Dois caçadores detidos por ato venatório ilegal em Mirandela

O Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da GNR de Mirandela deteve, este domingo, em flagrante dois homens, de 52 e 59 anos de idade por caça em horário não permitido por lei e com meios proibidos, no concelho de Mirandela, revelou, esta tarde, o Comando Territorial de Bragança.

No comunicado enviado às redações, aquela força de segurança adianta que os elementos do NPA detetaram que um dos indivíduos se encontrava a caçar fora da jornada de caça (antes do nascer do sol) e um segundo suspeito estava a praticar o ato venatório com recurso a meios proibidos, nomeadamente o chamariz, motivos que levaram às suas detenções em flagrante.

Na sequência das diligências policiais foram apreendidas duas armas de caça, documentação inerente ao exercício venatório e 101 munições.

PUB

Os detidos foram presentes, esta manhã, no Tribunal Judicial de Mirandela, tendo-lhes sido aplicada a suspensão provisória do processo mediante o pagamento de 300 euros a uma Instituição Particular de Solidariedade Social.

Nas últimas duas semanas, no distrito de Bragança já foram detidos 15 caçadores pelas mesmas infrações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG