PJ

Dois jovens detidos por oito crimes de incêndio nos concelhos de Vagos e Aveiro

Dois jovens detidos por oito crimes de incêndio nos concelhos de Vagos e Aveiro

Os incêndios terão sido provocados com recurso a chama direta, entre 27 e 29 de julho e a 7 de agosto.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois jovens, de 17 e 20 anos, residentes na zona de Aveiro, por suspeita da autoria de oito crimes de incêndio, que terão sido ateados, com recurso a chama direta, nos dias 27, 28 e 29 de julho e a 7 de agosto, em terrenos agrícolas, florestais e numa casa devoluta, nas localidades de Salgueiro e Lavandeira, no concelho de Vagos, e de Aradas, concelho de Aveiro.

Os detidos, sem qualquer ocupação profissional, já foram presentes às Autoridades Judiciárias, na Comarca de Aveiro, tendo-lhes sido decretada a medida de coação de apresentações, quatro vezes por semana, no posto territorial da área de residência.

PUB

Os fogos terão sido ateados "sem qualquer motivação racional aparente e num quadro de motivos de extrema futilidade", segundo a PJ.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG