Seixal

Dono de café acusado de tentativa de homicídio por esfaquear morador que se queixava de barulho 

Dono de café acusado de tentativa de homicídio por esfaquear morador que se queixava de barulho 

Uma situação de confrontos num café na Amora, Seixal, por causa de barulho excessivo terminou com o dono do estabelecimento a esfaquear o queixoso no peito. A vítima foi assistida no hospital e sobreviveu. O caso ocorreu a 27 de junho de 2020 e o arguido está agora acusado de homicídio na forma tentada e de um crime de detenção de arma proibida pelo Ministério Público do Seixal.

De acordo com a acusação do Ministério Público (MP), um casal dirigiu-se ao café para se queixar do barulho excessivo. A mulher do arguido, num primeiro momento, envolveu-se em confrontos com a queixosa, tendo-a agredido e empurrado.

O marido da ofendida tentou intervir, mas viu-se rodeado por um grupo de pessoas, incluindo o dono do estabelecimento, que, com uma faca de cozinha, lhe desferiu um golpe no hemotórax direito. A vítima foi socorrida e assistida no hospital, tendo sobrevivido graças ao tratamento a que foi submetida.

O arguido está acusado de homicídio na forma tentada e de um crime de detenção de arma proibida. A companheira está acusada de ofensa à integridade física simples.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG