Exclusivo

Duplicam os crimes sexuais contra crianças na Internet

Duplicam os crimes sexuais contra crianças na Internet

PJ regista aumento exponencial de queixas por pornografia de menores ou chantagem online desde o início da pandemia.

Os confinamentos por causa da covid-19 travaram a pandemia, mas também fizeram duplicar o número de crimes sexuais na Internet que a Polícia Judiciária (PJ) está a investigar. São casos de pornografia de menores, de aliciamento de crianças, de extorsão ou vingança sexual que fizeram milhares de vítimas no ano passado. Só no Norte, os crimes online visando apenas crianças aumentaram mais de 150% e a realidade é transversal ao resto do país, segundo revelou ontem a PJ, antecipando o Dia da Internet Mais Segura, que se assinala hoje.

O isolamento das crianças e adolescentes em casa deixa-as mais expostas aos perigos da Internet, sobretudo nas redes sociais. Aliciados por adultos que se fazem passar por menores ou enviando imagens íntimas a amigos ou namorados que vão parar às mãos de terceiros, o número de menores vítimas não para de crescer.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG