Tribunal

Ex-chefe da Guarda Prisional condenado a 13 anos de prisão por tráfico

Ex-chefe da Guarda Prisional condenado a 13 anos de prisão por tráfico

José Manuel Coelho, antigo chefe da Guarda Prisional na cadeia de Paços de Ferreira, foi, esta segunda-feira, condenado a 13 anos e seis meses de prisão efetiva, por tráfico de droga agravado e corrupção passiva, num esquema de introdução de estupefacientes naquele estabelecimento prisional.

No total, cinco arguidos foram condenados pelo tribunal de Paços de Ferreira a penas efetivas de prisão, neste processo que envolvia 20 pessoas. José Coelho foi o arguido com a pena mais pesada, seguindo por Joel Rodrigues, que o tribunal considerou o cabecilha da rede, condenado a 12 anos de prisão por tráfico agravado, branqueamento e corrupção ativa.

Mário Barros foi condenado a dez anos de prisão por tráfico e corrupção. Diamantino Oliveira foi condenado a seis anos e três meses de prisão, por tráfico e branqueamento e José Oliveira a sete anos e seis meses, por tráfico e corrupção.

Oito arguidos foram condenados a penas suspensas, seis foram absolvidos e um outro foi condenado a pena de multa, por posse de arma proibida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG